× Capa Meu Diário Textos Áudios Fotos Perfil Livro de Visitas Contato Links
Prosas de Braga
Vivências e sonhos de um poeta e eterno aprendiz!
Áudios
INDEPENDÊNCIA NA MORTE

INDEPENDÊNCIA NA MORTE

Contínua pendência,
Independe do alpendre,
Se inclusiva ou não,
Nem sei quem defende.
...
Demonstra carência,
Ou mesmo inocência,
Não tendo perdão,
Pois a tudo ofende.

Nos mostrando ausência,
Na real servidão.
E não há transparência,
Na incoerência de um falastrão.
...
Até quando, Brasil,
Seremos o esgoto,
Reféns de escrotos,
Que usam fuzil?

🏳️🏳️🏳️
Enviado por Poeta Braga Costa em 10/09/2020
Comentários